segunda-feira, 7 de abril de 2014

A Taça dos Desejos


Gosto muito do ritual das passas no fim do ano. É um ritual que apela à renovação de energia, à esperança de novos desafios, à proactividade.

Confesso que até fico com um certo nervoso miudinho quando chega a meia-noite e começo a pensar se vou conseguir acreditar verdadeiramente nos desejos, se estou concentrada, se estou a comer ao ritmo das 12 badaladas, se estou a repetir algum desejo e, no fim, com tantas dúvidas, acabo por colocar as últimas todas na boca e "há-de ser o que Deus quiser", emoções, desejos preocupações tudo à mistura!

Mas este ano fiz e estou a fazer de maneira diferente. À meia-noite de 31 de Dezembro para 1 Janeiro de 2014, concentrei-me numa só emoção, num desejo  que englobasse todos e senti aquilo em que estava a pensar. Depois, no dia seguinte, coloquei uma pequena taça de passas junto à minha secretária de trabalho, a chamada "TAÇA DOS DESEJOS". Tantas vezes, quando estamos a trabalhar, somos assaltados por sonhos. Nesse instante o desejo de realizar algo é tão autêntico, tão verdadeiro porque surgiu naturalmente, trazendo consigo uma energia intensa. Nesse momento, saboreio uma passa. Atenção, não "como", mas sim "saboreio". O desejo ganha uma forma especial e passo a acreditar nele. Depois regresso ao trabalho mais confiante até, porque por breves momentos estive em sintonia com os meus sonhos, fiquei com as emoções à flor da pele sem estar pressionada pelas 12 badaladas!




1 comentário:

  1. Acho que tens toda a razão. Fundamental é acreditarmos. Bjs

    ResponderEliminar